quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Ao Amigo


Sabe aquele amigo(a) com quem você não precisa ficar sempre medindo as palavras?
Aquele amigo que te entende e que você entende, mas que se não entender não tem problema...
Aquele amigo que não precisa estar o tempo todo grudado em você pra saberem que são amigos...
Aquele amigo a quem você escuta com o maior prazer e que sabe te escutar quando você precisa...
Não é aquela amizade fresca que você precise ficar dizendo o tempo todo " Amigos para sempre"...
Vocês só sabem o que compartilham e ponto.



Aquela amiga que você diz:
- Etâ mas como você é lerda!!!
E vocês simplesmente riam juntas.

Aquela sua amiga zangada e infantil, mas que você ama assim mesmo e que apesar de você ser bem mais nova que ela , ela sempre diz:
- Você tem cheiro de irmã mais velha.

Aquela amiga que anda distante, e que as vezes é muito chata e extremamente vaidosa, mas claro ela vai negar isso.
Você ama assim mesmo, não tem problema...

Amigos que conhecem, amam, suas qualidades, até exageram, e que respeitam seus defeitos, principalmente quando você está de mau humor...

Pessoas que são absurdamente o oposto, mas... e daí?
Isso não afeta nada....

Brigas?
Claro... Como em qualquer relacionamento.

Ficar sem se falar ou romper a amizade por isso?
Nah... Nem pensar.... O bacana é ser diferente.

Hoje acordei inspirada pela lembrança viva desses amigos (as)... porque eu sei que apesar de não estarem comigo, estarão sempre ao meu lado.



Eu sei que se um dia eu acordar triste, ou se eu simplesmente sentir saudades, eu posso pegar meu telefone depois de dias, semanas ou até meses sem contato, fazer uma ligação e ter uma conversa daquelas que você tem todos os dias, e tudo se desenrolar como a mais de 10 anos atras, como se eu tivesse visto essa pessoa ontem...

Sem cobranças...
Sem pensar, por que você ficou tanto tempo longe?

Mas viver o momento, porque sabemos que estaremos sempre juntos (as), onde quer que estejamos.






Eu poderia ficar horas aqui sentada, escrevendo sobre isso, mas...
A verdade é que tenho que ir trabalhar, alguém tem que trabalhar, não é mesmo?

E chega de sentimentalismo, já paguei a minha divida do ano... 

Para: As bombinhas da 102 ( 2005 )

Priscila, Deusanna e Alexandra
E EU hahaha


By: Hozzy